Revista Egitania Sciencia - Volume 15 | ARTIGO

Título: USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS: CONHECIMENTO DO UTENTE ACERCA DO MEDICAMENTO EM USO

Autor: Maria Isabel Ribeiro (xilote@ipb.pt), Daniela Costa, Juliana Clemente, Mara Fernandes e Patrícia Ribeiro

Publicação: Revista Egitania Sciencia - Volume 15

Resumo:
Esta investigação tem como objetivos avaliar o conhecimento dos utentes acerca do medicamento em uso e verificar se existem diferenças, tendo em conta o género, as classes etárias e o nível de escolaridade. Este estudo, analítico, transversal e observacional, foi feito tendo como base uma amostra constituída por 398 indivíduos do concelho de Bragança. A recolha de dados, feita com recurso a um questionário, decorreu de fevereiro a abril de 2012. As informações recolhidas foram analisadas com a metodologia estatística usual, no programa SPSS. Utilizou-se o teste de Mann-Whitney para comparar 2 grupos independentes e o teste de Kruskall-Wallis para comparar 3 grupos independentes. O nível de significância utilizado foi de 5%.
Do total de inquiridos, a maioria é do género feminino (65,3%), casada (47,5%), tem em média 39,6 anos de idade (DP=15,9) e possui como habilitações literárias, o ensino secundário (38,2%) ou o ensino superior (34,7%).
Cerca de 82,7% procederam à toma de medicamentos no ano anterior, sendo a média de medicamentos consumidos por indivíduo de 3,6 (DP=2,3). Entre aqueles que tomaram medicamentos no último ano, 58,7% (131) apresentam um nível de conhecimento razoável acerca do medicamento em uso. Os inquiridos do sexo feminino, mais jovens e com ensino superior demonstraram ter um melhor nível de conhecimento acerca do medicamento em uso.


Palavras-chave: Conhecimento; Medicamento em uso; Uso racional; Bragança





               INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690