Revista Egitania Sciencia - Volume 16 | ARTIGO

Título: ALIMENTOS FUNCIONAIS: UMA TENDÊNCIA DE MERCADO

Autor: Carla Sousa Silva (sousasil@ufp.edu.pt), Ana Rita Passos (20005@ufp.edu.pt), Ana Filipa Pereira (22943@ufp.edu.pt), Ana Ferreira Vinha (acvinha@ufp.edu.pt) e Ana Cláudia Nunes (acbnunes@gmail.com)

Publicação: Revista Egitania Sciencia - Volume 16

Resumo:
A mudança dos hábitos e costumes da sociedade moderna que tem vindo a acontecer nas últimas décadas, conduziu a uma alteração dos padrões alimentares e, consequentemente, a consumidores mais exigentes e atentos aos benefícios que cada género alimentício aporta.
Como resposta a esta situação, a indústria alimentar reforçou a sua política de investigação, surgindo um novo tipo de alimentos, denominados alimentos funcionais, os quais são caracterizados como alimentos comuns, integrados na dieta e capazes de produzir benefícios específicos para a saúde. As substâncias biologicamente ativas presentes nos alimentos funcionais podem ser classificadas em: probióticos e prebióticos, alimentos sulfurados e azotados, pigmentos naturais e vitaminas, compostos fenólicos, ácidos gordos polinsaturados e fibras alimentares. Este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão bibliográfica fundamentada que sustente a importância dos alimentos funcionais como géneros alimentícios integrantes da dieta alimentar, apresentando as diferentes classes de compostos bioativos que os integram e divulgando os seus efeitos benéficos à saúde.
A pesquisa de informação para a realização deste trabalho foi efetuada recorrendo aos motores de busca PubMed, Science Direct, Google Scholar e Scielo. As palavras-chave utilizadas foram, maioritariamente, alimento funcional, ingrediente funcional, componentes bioativos, prebióticos, consumo. A pesquisa bibliográfica teve por base artigos de revisão e estudos experimentais publicados, relacionados com o tema deste trabalho, limitando-se a procura a textos escritos em inglês, espanhol e português. Uma vez que esta revisão pretendeu abranger a evolução dos alimentos funcionais, desde o aparecimento do conceito dos mesmos, no Japão, na década de 80, até aos dias de hoje, a pesquisa realizada teve como limites temporais os anos de 1995 até à atualidade.


Palavras-chave: alimentos funcionais, componentes bioativos; classificação, hábitos de consumo; saúde




               INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690