Revista Egitania Sciencia - ICESP Special Edition | ARTIGO

Título: A ATIVIDADE FÍSICA COMO INDICADOR DE RISCO DA PERIODONTITE. REVISÃO NARRATIVA

Autor: Nuno Serra (nserra@ipg.pt), Carolina Vila-Chã (cvilacha@ipg.pt), Elsa Domingues (elsa.domingues@gmail.com)

Publicação: Revista Egitania Sciencia - ICESP Special Edition

Resumo:
A periodontite é uma patologia multifactorial de etiologia bacteriana, caracterizada por uma inflamação crónica que afecta os tecidos de suporte dos dentes. Na literatura tem sido apontada uma possível associação entre a atividade física e/ou aptidão física do indivíduo e a doença periodontal. O objectivo deste artigo foi realizar uma revisão da literatura sobre a relação entre a prática de atividade física e a doença periodontal. Foi efetuada uma pesquisa na base de dados Pubmed, relativa a estudos humanos que avaliassem a influência da atividade física na periodontite. Foram mencionadas quatro teorias que poderiam ligar estes dois conceitos: teoria inflamatória, metabólica, psicossocial e do fluxo sanguíneo. Foram selecionados quatro estudos que relacionaram a aptidão física com a periodontite. Três aludiram a uma relação entre melhores níveis de aptidão cardiorrespiratória e uma melhor saúde periodontal. Noutro sentido, um estudo não relacionou a aptidão física com a periodontite. Identificámos também três estudos que associaram baixos níveis de atividade física a uma frequência aumentada de periodontite. Devido à existência limitada de estudos longitudinais, é difícil considerar a baixa aptidão física e/ou atividade física como um factor de risco para a doença periodontal.

Palavras-chave: periodontite; doença periodontal, atividade física, aptidão física




               INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690