Revista Egitania Sciencia - Volume 24 | ARTIGO

Título: INGESTÃO NUTRICIONAL E ALIMENTAR DOS DESPORTISTAS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

Autor: Ângela Catarina Fernandes Alves (a29374@alunos.ipb.pt)*, António José Gonçalves Fernandes (toze@ipb.pt)**, Vera Alexandra Ferro-Lebres (vferrolebres@ipb.pt)***

Publicação: Revista Egitania Sciencia - Volume 24

Resumo:
Um dos problemas nutricionais dos desportos estéticos, como ginástica rítmica e artística, é o balanço negativo da ingestão energética, tanto de macronutrientes como de micronutrientes. Estas deficiências, muitas das vezes, são consequência de dietas restritivas fundamentadas na imposição de uma figura corporal magra. A presente revisão da literatura objetivou perceber se os desportistas cumprem as recomendações nutricionais e verificar se existem diferenças na ingestão alimentar e nutricional segundo diferentes modalidades desportivas, nomeadamente, ginástica rítmica e artística e musculação. Para isso, realizou-se uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados PubMed e Web of Science baseada em combinações de palavras chave como “diet”, “nutrition”, “gym” e ”physical exercise”. Foram selecionados estudos publicados em revistas com revisão por pares, sem limite no período de tempo, redigidos em Português, Inglês e Espanhol. Verificou-se que o macronutriente que mais se adequou às recomendações foi a proteína, sendo a ingestão energética aquela que apresentou défice na maioria dos estudos. A vitamina B12 mostrou estar, na maioria dos estudos, acima das recomendações. Pelo contrário, minerais como o ferro e cálcio mostraram consenso na sua inadequação face às recomendações. Na ingestão alimentar, observou-se um consumo maioritário de alimentos ricos em proteína, como carne, peixe, ovos, lacticínios e leguminosas. Observou-se, também, um consumo elevado de enchidos e produtos de pastelaria. Conclui-se que, na maioria dos estudos, a ingestão energética, de cálcio e ferro não atende às recomendações. A ingestão proteica foi aquela que gerou maior consenso na literatura, sendo adequada ou superior às recomendações. De um modo geral, nos desportistas, o consumo alimentar mostrou-se adequado relativamente aos alimentos ricos em proteína, mas observou-se um consumo inadequado de enchidos e produtos de pastelaria.

Palavras-chave: ingestão nutricional, ingestão alimentar, desporto




             POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690