Revista Egitania Sciencia - Volume 24 | ARTIGO

Título: ESTEREÓTIPOS DE GÉNERO NO DESPORTO. O PAPEL SOCIALIZADOR DA FAMÍLIA

Autor: María A. Fernández-Villarino (marianfv@uvigo.es), Ariana Hernáiz-Sánchez (arihernaiz@icloud.com), Myriam Alvariñas Villaverde (myalva@uvigo.es) e Alexandra Pérez-Ferreirós (aleperez@uvigo.es)

Publicação: Revista Egitania Sciencia - Volume 24

Resumo:
Os objetivos deste estudo foram: (i) analisar os estereótipos de género dos alunos em relação à prática de atividade física e desportiva, (ii) conhecer a valorização dos pais e das mães sobre estes mesmos estereótipos. Participaram 478 alunos e alunas, 434 pais e mães da Galiza (Espanha). Utilizou-se como instrumento de recolha de dados o questionário sobre o Estilo de vida desportiva em relação ao género. Um teste do qui-quadrado foi realizado para avaliar a associação entre as variáveis género, nível de escolaridade e opinião dos alunos e dos pais/responsáveis; e V de Cramer para quantificar o grau de associação entre as variáveis. Os resultados sugerem que o género é cada vez menos segregador, registando-se uma evolução da superação de estereótipos relacionados com o desporto. Contudo, continuam a existir estereótipos como a crença de que há desportos para rapazes e para raparigas. Destaca-se o papel da família como agente socializador de condutas não sexistas relacionadas com o desporto e com o facto de que o género masculino seja mais resistente.

Palavras-chave: Atividade física. Desporto. Socialização. Estilo de vida. Questionário




             POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690