Revista Egitania Sciencia - Volume 25 | ARTIGO

Título: EFEITOS DO TAMANHO, FORMA E COMPOSIÇÃO CORPORAL NA ESTABILIDADE CORPORAL DURANTE O SALTO PRÉ-PUBERTÁRIO

Autor: Carlos Marta (carlosmarta@ipg.pt), Daniel Marinho (marinho.d@gmail.com), Mikel Izquierdo (mikel.izquierdo@gmail.com), Pedro T. Esteves (ptesteves@ipg.pt), Ana Alves (anasofiaruivoalves@gmail.com), Mário Marques (mariomarques@mariomarques.pt)

Publicação: Revista Egitania Sciencia - Volume 25

Resumo:
As crianças entre os 10 e 11 anos de idade experienciam uma fase de desenvolvimento com forte dinâmica, caracterizada por mudanças no tamanho corporal, na forma e na composição que, por sua vez, se associam a um claro dimorfismo sexual. O propósito deste estudo foi o de analisar os efeitos destes fatores na estabilidade postural durante o período pré-pubertário. Este estudo envolveu 312 crianças (152 rapazes e 160 raparigas) do 5º e 6º anos de escolaridade (10.8 ± 0.4 anos), que se auto-avaliaram como pertencentes ao estádio I e II de Tanner. O controlo do equilíbrio postural foi avaliado a partir do teste unilateral do Flamingo. Os resultados indicaram um efeito significativo do ectomorfismo, massa corporal e altura na estabilidade corporal. As variáveis massa gorda, endomorfismo e mesomorfismo não apresentaram diferenças estatisticamente significativas. Em paralelo, observou-se um desempenho equivalente entre rapazes e raparigas. A possibilidade de avaliar o impacto dos parâmetros antropométricos e morfológicos, bem como o efeito das diferenças associadas ao género, poderá constituir-se como uma relevante fonte de conhecimento para o contexto prático de intervenção no âmbito da educação física e desporto para jovens.

Palavras-chave: equilíbrio, período pré-pubertário, escola, desempenho




             POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690