Revista Egitania Sciencia - Volume 7 | ARTIGO

Título: ENURESE NOCTURNA: EPIDEMIOLOGIA, FISIOPATOLOGIA, FACTORES PSICOLÓGICOS E SEUS EFEITOS NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

Autor: Ana Lemos, Ana, F. Vinha (ana.vinha@ipsn.cespu.pt), Marisa Machado (marisa.machado@ipsn.cespu.pt), Maria Emília Santos (emilia.santos@ipsn.cespu.pt) e Maria Teresa Herdeiro (maria.herdeiro@ipsn.cespu.pt)

Publicação: Revista Egitania Sciencia - Volume 7

Resumo:
A enurese nocturna é um problema comum que afecta cerca de 80.000 crianças em Portugal e cerca de 55 Milhões em todo o mundo. A enurese define-se como sendo a emissão involuntária de urina durante o sono em crianças com idades superiores a 5 anos. Foram distribuídos 125 inquéritos a pais/encarregados de educação de crianças/adolescentes que frequentam a escola desde o 1º ao 9º ano de escolaridade, de forma a avaliar o impacto que este problema tem na vida das crianças/adolescentes e das suas famílias. 105 pais/encarregados de educação (n=105) colaboraram no estudo dos quais 19% (n=20) afirmam que as suas crianças têm ou tiveram enurese nocturna. Destes, 55% (n=11) tiveram acompanhamento médico e a maioria afirma que a criança reage mal à enurese nocturna. O aproveitamento escolar mostrou-se inferior em crianças enuréticas (p=0,003). O tratamento da enurese nocturna em crianças/adolescentes é de elevada importância para o incremento da estabilidade emocional das crianças portuguesas e merece especialmente atenção considerando um problema presente e actual na sociedade portuguesa.

Palavras-chave: Enurese Nocturna; Factores sociais e emocionais; Métodos farmacológicos; Vasopressina; Desmopressina




               INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA | Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 50 | 6300 - 559 Guarda | Tel.+351271220100 | Fax +351271222690